2 de ago de 2011

A dor da Religião

Chega de entrar em polémica por causa disso,só quero expressar o que eu sinto em relação ao "fanatismo" religioso.
Eu perdi um ente querido por causa disso,onde ela achava que o divino poderia lhe curar...abandonou o tratamento médico(não vou me recordar o nome da doença)achando que seria curada pela fé e as idas aos cultos religiosos.
No final ela percebeu que estava enganada, e que toda aquela motivação transmitida durante os cultos fez com que ela chegasse a pensar que havia sido curada,foi "enganada" porque a doença ainda estava lá e foi agindo de forma silenciosa.
Ela veio a falecer,essa pessoa que se foi era a minha tia que desde de pequeno me ensino os princípios religioso que até hoje eu sei,ela se foi como um sopro,não fiz uma caça a bruxas,procurando algum culpado.
Essa mesma pessoa que passava por todo esse problema era casada com alguém que se dizia "servo de Deus" sendo que na verdade esse "servo de Deus" traia a minha tia,isso foi "comprovado" pouco tempo depois...assim que a minha tia se foi,algo em torno de 2 meses ou menos ele já estava com essa outra pessoa.
Não quero me justificar de nada do que eu sinto em relação as dores que a religião já causou na minha vida,eu poderia enumerar algumas,porém ficaria muito logo nesse texto...
Resumindo a história da minha tia; essa pessoa que era casado com a minha tia hoje está com uma mulher que possui 6 filhos(detalhe que eu não tinha falado, a minha tia deixou uma filha pequena de 6 anos de idade)ele está com os planos de vender a casa da minha tia e ir morar com essa mulher.
Aonde eu quero chegar com isso tudo, é que a religião já me causou dores demais,os meus conceitos mudaram,não especificamente por causa desse fato relatado a pouco,mas,sim porque o meu senso crítico se aflorou e isso não é bem visto dentro das organizações religiosas,onde eles te colocam títulos como:Fariseus(aqueles que andavam com Jesus e duvidava da sua divindade),se para essas pessoas eu sou isso, pra mim está ok,não me importo,o fato é que não aceito as coisas como elas são impostas,muitos podem falar:"mas poxa logo você que ia na igreja e não sei mais o que"
O fato é exactamente isso,e eu vejo as religiões como algo ruim que gera dor (às vezes) e que divide:povos e nações.
Se religião fosse realmente algo bom não teria sido criado por homens,como tudo que o homem cria é falho,cheio de erros e defeitos,mesmo assim eu amo a história de Cristo; de alguém que se entregou por mim,eu tenho tatuado isso em mim e vai ser pra sempre,acredito sim em Cristo,porém do meu modo e não como a religião ensina...
Acho que é isso...espero não tocar mais nesse assunto,sou contra qualquer ato que posso alienar e manipular as pessoas,respeito todas as religiões não vou sair matando pessoas por causa da sua opção religiosa e nem destruindo os seus templos.
Que cada um viva da sua maneira, até porque existe muito espaço no mundo...tem espaço pra todo mundo.