29 de jan de 2012

Carga de Boi

O vagão segue em direção ao seu destino final,olho no meu relógio e ele me mostra a hora(16:30)
O único som que eu ouço nesse instante é dos trilhos
Tudo isso me remete ao som do atabaque e os meus irmãos da época da colonia
Os anos se passaram,mas,as coisas por aqui nada mudaram
Ouço o som do freio,vejo pela janela uma leva querendo entrar
O calor é insuportável aqui dentro e mau ventilado
Vejo expressões de cansaço em cada rosto,todos ansiosos para a hora de chegarem em suas casas
Ouço o som de um apito,então a porteira se abre
A visão vista é de uma carga de gado procurando por água,depois de um longo dia nos campos comendo capim
Todo aquele espaço antes vazio,agora se encontra completamente ocupado,corpos amontoados se espremendo,onde nenhuma lei da física explica
Isso tudo acontece em questão de segundos,ouço novamente o som do apito,só que dessa vez pra informar que a porteira será fechada.
Chegou a hora da partida
E o som que eu ouço agora é o mesmo do início...
E essa cena se repetirá amanhã no mesmo horário e no mesmo local
Que sejamos gados,com marcação!

27 de jan de 2012

Colecionadora de céus

Meus olhos miram em direção ao céu
Nele estão os meus desejos mais profundos,não me canso de olhar-lo
A minha "rotina" é gravar o céu através da minha retina
Minha memória se encontra perdida em algum lugar que ainda não sei bem aonde fica
Sou apenas alguém que encontra no céu uma boa companhia
A minha rotina é abri a janela e olhar para ele,esperando que ele me dê algum sinal ou quem sabe por uma resposta que ainda não tive
Muitos colecionam muitas coisas,mas.eu sou uma colecionadora de céus
O céu é um retrato fiel da minha alma,exatamente por isso eu o coleciono
Faço das imagens do céu um album de fotografia,para que assim eu não me esqueça do que eu pude ver

24 de jan de 2012

Segredos Ocultos

Cada melodia perdida,cada melodia esquecida,cada estrela amiga
Cada sorriso noturno, cada amor que não é obscuro
Cada vez que desejo correr até o mar
Cada vez que o meu coração acelera por algo chamado amor
Sou um aprendiz dessa arte,que a cada nascer do sol e ao aparecer da lua,o meu coração possa se encher dela
Não queira de mim apenas um respigo de amor,porque eu sou capaz de derramar uma jarra diária!
Essa é a minha medida!
O meu ingrediente é apenas o amor puro;se desejar eu posso despejar!