27 de jul de 2011

Meninos de rua

Me vejo descalço andando pelas ruas dessa cidade cinza
As pontas dos meus dedos possuem marcas
O meu maior desejo é ter o que comer e uma casa pra morar
Sou um fruto indesejado pela minha mãe,fui entregue a sorte
Pude perceber que existem histórias igual a minha espalhados pelas esquinas
Não conheço vídeo game muito menos sei o que é um computador
Sou um aborto da sociedade,ninguém realmente se preocupa comigo
Já perdi a conta de pessoas que prometeram me ajudar e nunca mais voltaram
Não sei o que é escola,talvez a vida seja a minha grande escola
Tenho como companheiros o álcool,a cola,a fome,descaso e abandono
Ninguém por aqui me escuta,quem sabe você que tem influência possa mostrar e minha realidade e alguém que realmente possa vir nos ajudar
Mande um recado a minha mãe,isso se ela ainda estiver viva,diz a ela que estou me virando do jeito que dá
Você que têm influência diga para que adulto iguais a minha mãe parem de abandonar crianças igual a mim
Diga que elas só querem atenção carinho,casa,comida e uma família
Obrigado por você poder me escutar,sou muito grato pela sua atenção

21 de jul de 2011

Mais uma vez uma postagem sem título,é só mais um desabafo...
Eu gostaria de saber se realmente eu tenho tomado atitudes e escolhas corretas,creio que somente o tempo vai me mostrar isso.
Logo em breve vou escrever algo sobre os menores moradores de rua,eu vi uma reportagem anteontem no Profissão Reporte na Globo,que chamou muito a minha atenção,fiquei com isso na cabeça e não tenho dúvida que vai sair um poema sobre isso.
Por enquanto eu vou ficando por aqui
Abraço e beijos a todos.

18 de jul de 2011

Não vou dá um título para esse post,até porque não encontrei nenhum adequado....
Só to escrevendo mesmo para não perder o hábito...
Ultimamente eu tenho percebido que algumas reação que eu pensei que havia morrido ainda habita em mim.
Isso é ótimo porque eu posso dizer que realmente eu amo alguém,depois de muito tempo sem poder dizer isso ou melhor sem sentir,mas,agora é tudo novo...
Estou ficando com sono então não leve em consideração essas palavras,eu senti a necessidade de escrever,então está ai!

15 de jul de 2011

Ex - Poeta

Juro que eu tentei dormi,mas,estou sem sono acabei de beber um xícara de chocolate quente e biscoitos de leite...e estava analisando alguns fatos.
O primeiro graças a Deus que hoje existe o twitter(falando nisso que não me segue pode seguir,isso se alguém passa no blog pra ler alguma coisa que escrevo) @negroost27
Na verdade eu não me importo se as pessoas lêem ou não as coisas que escrevo aqui,isso apenas é a minha terapia.
Sobre o título do texto...então é algo que eu estava pensando enquanto fazia a minha "refeição" da madrugada,existe poetas nos dias de hoje?
Talvez até exista,mas,eles não vivem da poesia,porque sendo bem sincero quem lê poemas nos actuais dias?
Quem se importa de fato em ir numa livraria e comprar um livro de poesias?
O que as pessoas querem hoje é a futilidade,são livros que conte historias sem sentidos para que elas possam se sentirem melhores.
Eu realmente gostaria de ser um poeta de fato e viver da poesia,porém,se eu fizer isso serei considerado um vagabundo que não quer nada da vida.
Por isso que eu tenho estudado e tenho deixado de lado essa minha parte poética,infelizmente não vai ser isso que vai me trazer recursos financeiros para que eu possa sobreviver.
É triste falar isso,só que estou falando a pura verdade,se fosse no tempo em que ser poeta lhe gerava algum tipo de status,mas,já se foi esse tempo.
Isso me remete também a época que eu era religioso;o que me afastou da religião foram os próprios religiosos;eu me sinto um excluído por eu não ser tão religioso assim como eles,ou quem sabe eu sou mais pensador que eles até mesmo por lutar para que os meus pensamentos e convicções sejam mantidas.
Eu amo a Deus e a Jesus Cristo os respeito e os admiro,mas,prefiro não frequentar igreja nenhuma,porque as pessoas se escondem atrás da bíblia muitas vezes,eu prefiro ser realista comigo mesmo e defender o que eu penso em vez de fingir ser uma pessoa que eu não sou.
Eu gosto de beber,de fazer amor com a minha namorada e não vai ser um cara que está em cima de um pupito que vai me dizer o que eu devo fazer da minha vida,afinal de contas a vida é a minha,eu sei o que é bom pra mim,mesmo que depois eu erre.
Me sinto a vontade escrevendo aqui...como disse não me importo se ninguém lê as coisas que escrevo,não quero ser um Felipe Neto nem um PC Siqueira,só escrevo o que penso.
E mais uma vez venho aqui desabafar,soltar coisas que estavam entaladas dentro de mim a muito tempo.
Não queria ser tão realista como eu sou,porém,prefiro a realidade do que viver em fantasia.
Não queria ser um ex-poeta,só que é isso que eu sou,nem sei se posso me atrever em dizer que em algum momento dessa minha vida medíocre eu tenha sido um poeta,porque essa nunca foi a minha intenção.
Bom acho que já deu o meu tempo,a minha digestão já rolou,preciso ir dormi já são 04:20,se você realmente leu ou lê o meu blog quero dá os meu parabéns você é um guerreiro(a),obrigado de qualquer forma,muito grato.
Até a próxima e espero que eu não demore muito para vim aqui e escreve algo novo novamente.

Só pra dizer que não te esqueci

Nossa!Já são 03:32!
Há quanto tempo eu não te dava atenção merecida hein?!
Nem estávamos brigados!
Fiquei aqui até esse horário cuidando de você!
Como já falei no outro post,eu tinha te deixado!
Mas,percebi que você é algo necessário,preciso tanto de você, é algo tão primordial como respirar.
Não posso ficar muito tempo sem cuidar de você e te largar por ai pelos cantos!
Não se preocupe eu to aqui pra cuidar de você,é que essa vida louca nos fez ficarmos longe um do outro,porém,olhe pra si está tão mudado,eu mudei a sua aparência afinal de contas era necessário mudar né!
Estou aqui de novo pra escrever em você,meu amado e querido companheiro de tantas horas e situações.
Preciso dormi,só passei aqui pra deixar registrado isso,que apesar do abandono que eu cometi com você,estou disposto a reparar esse dano.
Mesmo que isso seja às 03:38 da madrugada.
Estou contigo não se esqueça disso!

8 de jul de 2011

Ta abandonado!


Hello meu povo depois de tanto tempo eu reencontrei o meu Blog,eu tinha o abandonado tadinho!
Mas,estamos aqui de novo,prometo pelo menos uma vez ou outra dá um trato nele.
Nossa tanta coisa mudou durante esses praticamente 3 anos,isso é algo digno de ser publicado,mas,logo em breve porque eu to caindo de sono.
Só to postando mesmo pra dizer que estou vivo meu povo,não sigo moda,sigo aquilo que a vida me permite,caralho to escrevendo e me lembrando de tantas coisas,como eu conhecia a Ana Carol por exemplo e como a Path me influenciou em fazer essa parada aqui,depois de tantas historias vividas estou de volta!
O meu blog querido você acabou me dando uma auto avaliação!
Obrigado!
(ouvindo Móveis Coloniais de Acaju - Aluga - se - vende)
"Vê se vem buscar o que restou aqui de lembranças,pois,é hora de pôr recordações para fora."