26 de jun de 2012

Nuvens rosa



Olhar para o céu e vê-las com aquela cor de algodão doce
É um sinal de que o meu dia será doce
Pode até ser realmente que apesar desse dia frio de inverno as coisas possam esquentar
Essas nuvens que outrora fizera que a minha imaginação de criança visse caras engraçadas no céu
Hoje aos meus 28 anos de idade percebo que muitas coisas ficaram para trás, apesar de algumas coisas ainda estarem vivas dentro de mim
Os meus olhos permanecem os mesmo, só que mudou de fato é a maneira a qual eles hoje enxergam
Quero adocicar a minha vida feito um algodão doce
Essas nuvens rosa são nada além de uma pintura de um quadro o qual Deus decidiu pintar ao acordar
Essas nuvens rosa são um amanhecer de frente ao mar
O barulho dos trilhos soa como uma trilha sonora natural
Esse clima de um domingo de manhã faz disso tudo um romantismo incrível
Voe para longe meus pensamentos, que eles possam encontrar um território novo e mais calmo do que desse mundo aqui em baixo
Faço dos meus pensamentos uma estrada interminável, a qual eu ainda não sei o final, porque ela sempre vive em uma constante construção
Que os meus passos sejam leves, feito o sopro do vento que toca o meu rosto nesse exato momento
Nuvens rosa que vocês não cansem de pintar o quadro da minha vida, quando for possível

2 de jun de 2012

Contos Secretos de Verônica Parte 6


Tarde de Outono, o sol sorri lá fora... meus pensamentos estão vagando nesse momento, olho para o meu celular existe algumas mensagens dele perdidas.
Todo esse tempo que eu fiquei ausente vivi tantas coisas, tive novas sensações novos sabores e cores.
Parece-me que tudo foi aumentado, como se tudo tivesse sido amplificado, estou bem poética hoje, era algo que não acontecia há muito tempo.
O vento espalha o meu cabelo no meu rosto, acho que vou prendê-lo esta me incomodando.
Semana de provas, a minha vida anda corrido, sempre que eu escrevo pra vocês eu acabo dizendo isso né?
Acho que já está até ficando chato já.
As flores estão se abrindo, é o momento da sua reprodução, assim como é o momento do meu pensamento se reproduzir.
Essa tarde de sábado está tão boa, fazia tempo que eu não sentia as coisas tão ampliadas assim.
O céu esta azul, a minha pele está limpa e o meu coração está livre de toda dor e de incômodos desnecessários.
Minhas promessas estão sendo cumpridas, mesmo que aos poucos, mas, estão sendo cumpridas.
Falta menos de um mês para que eu possa curti mais as minhas amigas e me refrescar numa praia do litoral norte ficando debaixo da uma sombra e tomando uma água de coco pra refrescar.
Meus pés pedem esse alivio, a minha alma está tão transparente por esses dias...
Essa semana de feriado vai ser uma boa saída para o meu descanso.
Creio que a Bruna e a Fernanda venham me visitar e faremos algum programa nesse feriado, a cidade fica tão ótima pra fazer um rolezinho cultural quando fica vazia, o povo parece que tem a mesma ideia sempre, chega ser tão previsível que em feriados prolongados os paulistas gostem de irem para o litoral.
Eu já penso diferente é nesse momento  que devemos aproveitarmos mais a cidade, prefiro ir viajar no meu período de férias escolares, porque realmente posso descansar e me livrar um pouco dessa cidade.
Estou à procura de um emprego de verdade, ainda não encontre um estúdio o qual eu tenha me identificado, creio que seja questão de tempo para que todas as coisas possam ser acertarem de vez.
O meu dia de hoje será admirando essa tarde linda e quem sabe de repente sair pra me distrair um pouco, só que ainda não tenho nada em mente.
De repente eu passe esse sábado sozinha descansando de mim mesma, ouvindo alguns CDs da Adriana Calcanhotto e tomando um vinho e lendo Clarice... é talvez seja assim esse meu sábado, já para amanhã com certeza as meninas vão querer que eu saia com elas, apesar de que amanhã tem a virada sustentável quem sabe de repente eu saia pra tirar algumas fotos pela cidade.
E a previsão do tempo erro novamente, havia falando que o final de semana seria nublado e sem sol, mais uma vez Deus decidiu ri da cara da gente e fazer as coisas ao contrário como sempre né, até porque não sabemos de fato qual é a sua vontade.
Que droga! Ele ainda me manda mensagens no celular...
Vou deixando vocês mais uma vez, preciso fazer algum retoque no cabelo, ainda não sei o que...
Ai ai essa minha beleza me cansa.
Heheheheehehe
Beijos meus estranhos preferidos.
Até breve!
Verônica